Monitoramento e remediação ambiental

Clique nas imagens para ampliar

COMO REALIZAR O MONITORAMENTO E REMEDIAÇÃO AMBIENTAL NA SUA ÁREA CONTAMINADA

De forma a preservar bens naturais e a saúde humana justifica-se o emprego de técnicas de monitoramento e remediação ambiental de áreas contaminadas.

Em um trabalho de investigação ambiental e com consequência a confirmação da contaminação da área contaminada, a continuidade dos trabalhos indica a necessidade de executar um programa e implantação do monitoramento e remediação ambiental da área e realizar por muito tempo o acompanhamento para poder avaliar a eficiência de remediação.

Atualmente, existem várias técnicas de monitoramento e remediação ambiental, cada técnica tem suas limitações e especificidades.

Dentre as principais técnicas adotadas mundialmente monitoramento e remediação ambiental, a GR Engenharia - Meio Ambiente trabalha com as seguintes:

Bombeamento e Tratamento

Ou, P&T - “Pump and Treat” é na verdade uma técnica considerada emergencial, utilizada normalmente quando se deseja remover elevados volumes de contaminação em fase livre ou impedir o avanço de uma determinada contaminação através da criação de uma barreira hidrogeológica. O processo basicamente funciona através do bombeamento e rebaixamento do lençol freático no local da área afetada. As águas bombeadas são levadas para um sistema de tratamento que pode ser composto por caixa separadora de água e óleo, air stripping, tratamento físico-químico e filtros em carvão ativado. Podem ser adicionados também nutrientes no efluente já tratado para sua reinjeção no solo e auxílio nos processos de biodegradação.

Extração Multifásica

Ou de sua sigla original em inglês, MPE “Multi Phase Extraction”, é um processo de remediação que utiliza além do bombeamento das fases livre e dissolvida a remoção de contaminantes voláteis adsorvidos no solo, através do emprego de elevados vácuos (acima de 500 mmHg).

O processo de extração multifásica pode ser aplicado em diversas situações, porém seu emprego de maior relevância e eficiência está associado a monitoramento e remediação ambiental de áreas afetadas por vazamento de hidrocarbonetos leves voláteis como: combustíveis, solventes ou outras substâncias que possuam maior pressão de vapor ou facilidade de volatilização.

Extração de vapores do solo

Ou, SVE “Soil Vapor Extraction”, é uma técnica também aplicada a compostos voláteis ou com boa capacidade de volatilização. Normalmente empregada em solos onde a contaminação ainda não atingiu o lençol freático ou em conjunto com outras técnicas de monitoramento e remediação ambiental como a de Air Sparging.

Injeção de ar

Ou, Air Sparging, é baseada na injeção de ar pressurizado no lençol freático com objetivo de auxiliar no processo de “expulsão “de substâncias voláteis dissolvidas na água e seu consequente monitoramento e remediação ambiental. O processo de air sparging pode estar associado aos processos de SVE ou MPE.

Atenuação natural

O processo de atenuação natural não significa “não fazer nada” ou “apenas deixar a natureza agir”, mas sim a realização de diversos processos de monitoramento de parâmetros físicos, químicos, nutricionais e microbiológicos do solo e aquíferos locais, em conjunto com a aplicação de nutrientes e oxigênio dissolvido na forma de peróxido, ou outros promotores de liberação de oxigênio, de forma a auxiliar o processo de biodegradação dos compostos orgânicos remanescentes.

Para implantação de biorremediação ver item Biorremediação de solos contaminados

Após a escolha da melhor técnica de remediação para o caso e a implantação inicia-se o monitoramento.

Monitoramento, é a observação na variável temporal (normalmente num período ou ciclo pré-determinado) se as condições físico-químicas, biológicas ou radiativas dos compartimentos que está sendo monitorado sofreram algum tipo de alteração.

Depois da implantação de técnicas de remediação podendo ser de engenharia ou institucionais, o acompanhamento para verificar a sua eficiência é realizado através do monitoramento.

Para cada compartimento a ser realizado o monitoramento e remediação ambiental em uma indústria, existe uma infinidade de técnicas, equipamento e ferramentas de análises a serem utilizadas, genericamente, para se ter apenas uma ideia, a seguir iremos relacionar os mais comuns utilizados no monitoramento e remediação ambiental:

Monitoramento para emissões atmosféricas.

Podem ser monitorados os queimadores nas caldeiras ou a entrada de ar, podem ser monitoradas as emissões propriamente dita com medições de MP, composição dos gases emitidos pela chaminé, monitoramento contínuo ou periódico, pode ser monitorado o material sedimentado através de medidores de partículas grosseiras no solo por grandes volumes (Hivol), pode ser monitorado a qualidade do solo quanto aos contaminantes depositados (depois de um estudo de dispersão atmosférica), ou até mesmo monitorar a qualidade da água subterrânea contaminada por lixiviação do contaminante depositado via aérea e ou água superficial pelo mesmo motivo (deposição). Não só as caldeiras são responsáveis pelas emissões atmosféricas, filtros de mangas e precipitadores eletrostáticos em mal funcionamento também contribui muito.

Monitoramento para estação de tratamento de efluentes – ETE

Monitora-se a entrada dos efluentes bruto, monitora-se as quantidades de reagentes utilizados no tratamento, monitora-se a qualidade e a quantidade de efluentes tratados na saída da ETE.

Monitoramento no processo

Considerando que muito destas emissões fugitivas (perdas) que ocorrem no processo produtivo são ou matérias primas ou produtos acabados, estas emissões significam além do problema de poluição ambiental, perda da eficiência de produção (consumos e produção específicos alterados). Portanto, o monitoramento junto ao processo produtivo tem dupla finalidade. E neste ponto que a engenharia de processo industrial, conservação de energia e meio ambiente se unem com um único objetivo, e a GR Engenharia - Meio Ambiente tem condições técnicas de trabalhar nestas três disciplinas conjuntamente.

Monitoramento é realizado também na geração, destinação, disposição e controle dos resíduos sólidos, monitoramento no aterro (interno) com realização de coleta de amostras de água subterrânea nos poços de monitoramento existente, monitoramento de áreas contaminadas com a realização de análises de água subterrânea, superficial e solo.

O monitoramento também pode ser feito de maneira documental, na parte legal, no acompanhamento estatístico dos resultados, por exemplo, da qualidade da água subterrânea no processo de recuperação de área, e assim por diante.

Portanto, monitoramento e remediação ambiental é amplo e genérico, cada caso terá o seu procedimento ou metodologia de aplicação próprio.

Para saber mais sobre Monitoramento e remediação ambiental

Ligue para 11 4305-7233 ou clique aqui e entre em contato por email.

Gostou? compartilhe!



Regiões onde a GR Engenharia atende Monitoramento e remediação ambiental:


  • Aclimação
  • Bela Vista
  • Bom Retiro
  • Brás
  • Cambuci
  • Centro
  • Consolação
  • Higienópolis
  • Glicério
  • Liberdade
  • Luz
  • Pari
  • República
  • Santa Cecília
  • Santa Efigênia
  • Vila Buarque
  • Brasilândia
  • Cachoeirinha
  • Casa Verde
  • Imirim
  • Jaçanã
  • Jardim São Paulo
  • Lauzane Paulista
  • Mandaqui
  • Santana
  • Tremembé
  • Tucuruvi
  • Vila Guilherme
  • Vila Gustavo
  • Vila Maria
  • Vila Medeiros
  • Água Branca
  • Bairro do Limão
  • Barra Funda
  • Alto da Lapa
  • Alto de Pinheiros
  • Butantã
  • Freguesia do Ó
  • Jaguaré
  • Jaraguá
  • Jardim Bonfiglioli
  • Lapa
  • Pacaembú
  • Perdizes
  • Perús
  • Pinheiros
  • Pirituba
  • Raposo Tavares
  • Rio Pequeno
  • São Domingos
  • Sumaré
  • Vila Leopoldina
  • Vila Sonia
  • Aeroporto
  • Água Funda
  • Brooklin
  • Campo Belo
  • Campo Grande
  • Campo Limpo
  • Capão Redondo
  • Cidade Ademar
  • Cidade Dutra
  • Cidade Jardim
  • Grajaú
  • Ibirapuera
  • Interlagos
  • Ipiranga
  • Itaim Bibi
  • Jabaquara
  • Jardim Ângela
  • Jardim América
  • Jardim Europa
  • Jardim Paulista
  • Jardim Paulistano
  • Jardim São Luiz
  • Jardins
  • Jockey Club
  • M'Boi Mirim
  • Moema
  • Morumbi
  • Parelheiros
  • Pedreira
  • Sacomã
  • Santo Amaro
  • Saúde
  • Socorro
  • Vila Andrade
  • Vila Mariana
  • Água Rasa
  • Anália Franco
  • Aricanduva
  • Artur Alvim
  • Belém
  • Cidade Patriarca
  • Cidade Tiradentes
  • Engenheiro Goulart
  • Ermelino Matarazzo
  • Guianazes
  • Itaim Paulista
  • Itaquera
  • Jardim Iguatemi
  • José Bonifácio
  • Moóca
  • Parque do Carmo
  • Parque São Lucas
  • Parque São Rafael
  • Penha
  • Ponte Rasa
  • São Mateus
  • São Miguel Paulista
  • Sapopemba
  • Tatuapé
  • Vila Carrão
  • Vila Curuçá
  • Vila Esperança
  • Vila Formosa
  • Vila Matilde
  • Vila Prudente
  • São Caetano do sul
  • São Bernardo do Campo
  • Santo André
  • Diadema
  • Guarulhos
  • Suzano
  • Ribeirão Pires
  • Mauá
  • Embu
  • Embu Guaçú
  • Embu das Artes
  • Itapecerica da Serra
  • Osasco
  • Barueri
  • Jandira
  • Cotia
  • Itapevi
  • Santana de Parnaíba
  • Caierias
  • Franco da Rocha
  • Taboão da Serra
  • Cajamar
  • Arujá
  • Alphaville
  • Mairiporã
  • ABC
  • ABCD
  • Bertioga
  • Cananéia
  • Caraguatatuba
  • Cubatão
  • Guarujá
  • Ilha Comprida
  • Iguape
  • Ilhabela
  • Itanhaém
  • Mongaguá
  • Riviera de São Lourenço
  • Santos
  • São Vicente
  • Praia Grande
  • Ubatuba
  • São Sebastião
  • Peruíbe